segunda-feira, 20 de julho de 2015

... E DE MENTIRA EM MENTIRA ...

Um extenso relatório que abrange todas as consequências da eventual saída da Grécia da euro foi feito em sigilo ao longo dos últimos meses por uma equipa de funcionários da Comissão Europeia, revelou hoje o jornal grego Kathimerini. O documento secreto relatório admite 200 problemas que poderiam surgir com a saída da Grécia da zona euro, incluindo as consequências sociais potencialmente devastadoras. O relatório está alegadamente num cofre a poucos metros do escritório do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, no 13º andar do edifício Berlaymont, em Bruxelas, revelam fontes do mesmo jornal grego. Foi compilado no final de Junho por uma equipa de 15 funcionários da Comissão, muitos dos quais já tinham tido envolvimento directo com os programas de resgate grego. Uma das questões analisada no relatório é caso a Grécia saísse do euro e abandonasse a União Europeia, e, portanto, o Espaço Schengen, como lidar com esta nova realidade. O conteúdo do estudo terá sido explicado verbalmente por Juncker ao primeiro-ministro Alexis Tsipras antes da reunião de líderes da zona do euro, que teve lugar dois dias após o referendo grego.  Na entrevista ao Kathimerini, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse que a Grécia e os seus credores estiveram muito perto de não chegar a um acordo para manter o país na zona do euro. "Eu disse-lhes: 'Se pararem esta negociação, eu estou pronto para dizer publicamente: A Europa está perto da catástrofe por causa de 2,5 mil milhões de Euros", disse Tusk na sua mensagem a Tsipras e a Angela Merkel.
O Financial Times avança com a notícia de que a Grécia já pagou a totalidade da dívida ao Banco Central Europeu.  (2015-07-20)




O PODER ECONÓMICO SUGA A GRÉCIA
E TEM PORTUGAL COM 35% DA POPULAÇÃO A PASSAR FOME

 Vejam o vídeo e:
... PENSEM ...
 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário