terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Eu, já NEM COMENTO ( ... )

VÊ:  

5 comentários:

  1. Caro Zé,
    Estes são mais dados a confirmar a vontade dos governantes contabilistas de aplicar a eutanásia a todos os velhos (peste geisalha do deputado Carlos Peixoto), aos deficientes e aos doentes prolongados. Com isso poupam nas pensõoes e nas despesas de saúde e podem VENDER os hospitais para hotéis de charme.
    Se não caminham mais depressa para tal solução é porque os grandes interesses económicos e financeiros apoiados por politicos (Frasquilho e outros são agentes de tais interesses que estão infiltrados como perturbadores nos serviços do Estado actuam segundo as ordens dos patrões privados.
    São estes os políticos eleitos pelo povo cego e crédulo que vota em LISTAS sem conhecer cada um dos bichos que nela constam.

    Abraço
    João.

    ResponderEliminar
  2. Será que os portugueses irão responder a estes canalhas, boicotando as eleições...NÃO VOTANDO ? E que é feito das forças armadas ? Será que são constituídas por gente castrada ? Tudo leva a crer que sim !

    ResponderEliminar
  3. A morte está mesmo na rua. O que se pretende é o sucateamento dos idosos, aposentados, dos desempregados e doentes, numa visão que a nova ordem mundial, delineou horrorífica e sabiamente.
    Concordo contigo é quase torturante comentar isto.
    Bj Fátima

    ResponderEliminar
  4. Partido Socialista belga, pretende que a eutanásia seja permitida a jovens com menos de 18 anos. Prepara legislação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OS PARTIDOS => PARTEM e… RETIRAM A LIBERDADE DO SER !
      NADA FAZEM para o SER HUMANO ou PARA O PLANETA.
      Todos as legalizações ou deslegalizações efectuadas por esses “senhores” SÓ TEM UM ÚNICO OBJECTIVO => “Tornar o SER HUMANO NUM SIMPLES NÚMERO, que depois de fazerem o devido somatório, lhe proporcionará um LUCRO ( politico/económico/eleitorar … ) e que NADA TEM A VER COM O BEM ESTAR DO SER UNO.”

      Assim se regula esta partidarização (leia-se globalização) putrefacta !

      Eliminar