terça-feira, 3 de setembro de 2013

A ÁGUAS de PORTUGAL + "lobbies"

___________________________________________________
 
A Águas de Portugal fechou o primeiro semestre com lucros consolidados de 55,3 milhões de euros. Mais 18,7% do que no período homólogo do ano anterior.
Já o resultado bruto de exploração (EBITDA) assinalou um crescimento de 11%, situando-se em 171,7 milhões de euros, enquanto o volume de negócios aumentou aproximadamente 28 milhões de euros (excluindo desvios tarifários), segundo um comunicado da empresa liderada por Lobato Faria.
Mantendo a tendência dos últimos dois exercícios, verificou-se uma diminuição do volume de investimento (61,5 milhões de euros em 2013 contra 119,6 milhões de euros em 2012). Nos primeiros seis meses de 2013, o endividamento bancário bruto do grupo AdP teve um crescimento nulo.
”No primeiro semestre avançámos apenas com os projectos que já estavam em curso, sendo que, até ao final do ano, iremos certamente alavancar o nível de investimento, especialmente nas empresas mais recentes que ainda têm pela frente um conjunto muito alargado de obras a lançar no terreno” salienta o presidente do conselho de administração do grupo.
No período em análise verificou-se ainda um acréscimo na dívida vencida de clientes em aproximadamente 16 milhões de euros, sendo esta uma situação que continua a merecer a maior atenção da parte da administração da empresa, destaca o referido documento.
 fonte:   http://economico.sapo.pt/noticias/adp-com-lucros-de-553-milhoes_176328.html

 
_____________________________________________

A partir daí é o que se sabe quando se instala um monopólio, ou um oligopólio, cuja fonte de receita é a exploração de um bem imprescindível a todos os seres vivos.
Sem entrar em grandes considerações acerca deste resultado, da forma como foi conseguido e da estrutura empresarial das AdP, uma dúvida surge de imediato a quem lê o artigo:
 se afinal dá lucro porquê e para quem privatizar ???
Mais do que nunca é necessário que todos os cidadãos se mobilizem para travar a Privatização da Água no nosso País.
 

Essa mobilização passa por em conjunto conseguirmos levar à Assembleia da Republica uma acção popular a pedir um referendo nacional sobre a privatização da água e através dele impedirmos este crime lesa pátria dizendo:

 
NÃO à privatização da Água


A alternativa ao referendo, infelizmente e como se constata a cada acto legislativo, aponta cada vez mais para a privatização.

 Já assinaste a Petição Privatização da Água a Referendo?

 
 

A água
( composta por hidrogênio e oxigênio, [ H2O ] )

É essencial a todas as formas de vida
                                                    conhecidas no Planeta Terra

 QUALQUER DIA VAMOS PAGAR O OXIGÉNIO
 QUE A NATUREZA NOS DÁ !!!

Sem comentários:

Enviar um comentário