quarta-feira, 8 de maio de 2013

FARML/MURPI * (Inter-Reformados)

IR Lisboa
Inter-Reformados
 __________________________________
 
PROTESTO DOS REFORMADOS,

PENSIONISTAS e IDOSOS

DIA 10 DE MAIO, 6ª FEIRA

15:00H – PRAÇA DE LONDRES

(Frente ao Ministério da Segurança Social)
________________________________________

BASTA !

CONTRA UM NOVO ROUBO NAS REFORMAS e  PENSÕES!
As recentes declarações do governo anunciando um novo assalto aos bolsos dos reformados são inaceitáveis.
Basta de roubo!
O roubo de subsídios, os cortes e congelamento das pensões, o aumento de impostos já deixaram os reformados e pensionistas que (sobre)vivem todos os dias com o aumento das rendas, das taxas moderadoras, dos preços da luz, dos transportes, do custo de vida em geral, em situações dramáticas.
É TEMPO DE DIZER BASTA !
É TEMPO DE FAZER OUVIR BEM ALTO A NOSSA VOZ !
É TEMPO DE DIZER GOVERNO, PSD, CDS-PP, RUA !
Após uma vida de trabalho os reformados, pensionistas e idosos estão a ser alvos de uma política de “terrorismo social”, com roubos e mais roubos aos seus rendimentos, às suas reformas e pensões e profundo retrocesso no direito à saúde.

O Governo PSD/CDS e o Pacto de Agressão pretendem fazer crer que “não há dinheiro” e que o Estado não pode continuar a ter “estas despesas”. Uma enorme mistificação! O que roubam aos reformados, pensionistas e idosos e às suas famílias vai “direitinho” para pagar juros escandalosos à Troika internacional, para BPN e para os bolsos dos grandes grupos económicos e financeiros.
Os reformados, pensionistas e idosos estão a ficar cada vez mais pobres, sendo-lhes negados direitos constitucionais: o direito à autonomia económica e social, o direito à saúde, à segurança social !
Acresce, as suas enormes inquietações perante a situação dos seus filhos e netos, aprisionados no flagelo do desemprego e sujeitos a uma política que lhes nega o presente e o futuro.
O recente anúncio do Governo de mais medidas de austeridade sobre os mesmo de sempre são inaceitáveis !
As declarações do Ministro Paulo Portas, do CDS-PP são uma enorme hipocrisia. O Ministério da Segurança Social, na mão do CDS-PP é responsável pelos mais graves ataques aos direitos dos reformados de que há memória: desprezo pelos que tem baixas pensões, desprezo total pela relação dos descontos para a segurança social e o direito a uma pensão.
O CDS-PP e o PSD no Governo são responsáveis pela destruição de direitos e pela promoção da caridade.
MAIO 2013

Sem comentários:

Enviar um comentário