segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

E... ENTREGUES A CORRUPTOS :'(

NESTE VALE TUDO :'(
 
 
Miguel Namorado Rosa admitiu ter criado 5 das 17 offshores que levaram a CMVM a condenar sete antigos administradores do banco por prestação de informação falsa ao mercado. Desde esta segunda-feira, é o diretor do departamento de supervisão da CMVM. E este “senhor” ex-diretor do BCP, Miguel Namorado Rosa, acaba de ser nomeado diretor da supervisão de mercados, uma espécie de polícia da bolsa portuguesa:
Miguel Namorado Rosa acaba de assumir a função de director da supervisão na CMVM.
Um dos arguidos do processo de contra-ordenação movido pela CMVM aos ex-gestores do BCP fez ontem, na última sessão do julgamento do recurso, uma declaração surpreendente. Miguel Magalhães Duarte, um dos nove acusados pela CMVM, deixou a audiência de boca aberta quando revelou ao juiz que o ex-director do banco, Miguel Namorado Rosa, era, desde ontem, o novo director do departamento de supervisão da instituição liderada por Carlos Tavares. Namorado Rosa assumiu em tribunal ter criado cinco das 17 "offshores" que estão na base da acusação da CMVM de "prestação de informação falsa ao mercado".
"Isto é a prova que a CMVM não acredita na acusação que nos estão a imputar", revelou Miguel Magalhães Duarte, director do Millennium BCP. Contactada a CMVM, confirmou a contratação e "afirmou que não se trata de nenhum arguido em processo algum".
Magalhães Duarte foi condenado pela CMVM ao pagamento de uma coima de 75 mil euros, por ser, à data dos factos, responsável pela direcção de relações com investidores.
Miguel Magalhães Duarte elogiou o profissionalismo e a seriedade (??? BANDALHOS ) de Miguel Namorado Rosa e lembrou que a contratação para o departamento de supervisão da CMVM demonstra que também Carlos Tavares reconhece a seriedade ( ??? CORRUPTOS ) do ex-director do BCP.”
 ESTAMOS ENTREGUES A CORRUPTOS
ACORDEM
BASTA DE CORRUPÇÃOooooooooooooooooooo

Sem comentários:

Enviar um comentário