sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Privatizações



Transcrição do seguinte artigo de opinião:

TAP a troco de meio Hulk
Correio da Manhã. 12-12-2013. 1h00. Por: Armando Esteves Pereira, Director-Adjunto

Quando alguém está à beira da falência é melhor vender os anéis do que perder os dedos. É o que está a acontecer a este País em que Estado e particulares estão a alienar a preço de saldo as joias acumuladas pelos avós para pagar as contas.

A TAP é uma dessas preciosidades vendidas por um preço ridículo. O senhor Efromovich vai ficar com os 1,2 mil milhões de euros de dívida e promete investir na frota, mas só vai pagar cerca de 20 milhões de euros, o equivalente a metade do passe do futebolista Hulk. O futuro patrão da TAP é mais um a conquistar em Portugal, em saldos, uma respeitada companhia europeia. Chineses, angolanos e brasileiros já conseguiram o mesmo noutros sectores.

Sem comentários:

Enviar um comentário