quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

G.P.S , OPUS DEI e... O (des)ENSINO

1ª REPORTAGEM Ana Leal / TVI
 
video

2ª REPORTAGEM Ana Leal / TVI
 

 
 
 Eles, os corruptos, dizem:
Na Vanguarda dos sistemas de Educação e Formação:
A Experiência dos povos e dos tempos ensina que o factor determinante do progresso é o investimento na educação e formação.
A educação e a formação são em simultâneo o acelerador e o espelho do desenvolvimento de cada país.

António Jorge Calvete
(Presidente do Conselho de Administração do Grupo GPS)

 Génese:
O contexto educativo da década de 80 foi marcado por inúmeros problemas que, notoriamente, impossibilitavam resolver questões tão sérias como a alfabetização, a literacia ou a escolaridade mínima obrigatória. Pelo facto de a assumida ruptura do parque escolar ser uma realidade, só a parceria com entidades particulares haveria de permitir à tutela, mutatis mutandis, colmatar muitas dessoutras vicissitudes.
Assim, durante o final da década de 80 e início da década de 90, surgiram vários estabelecimentos de ensino, cujos curiais objectivos eram os de satisfazer as emergentes necessidades locais ao nível do ensino, contribuindo para o desenvolvimento inequívoco de muitas regiões. Num espírito inovador e dinâmico, coma genuína marca da sociedade civil de cada uma dessas regiões, algumas entidades privadas substituíram o Estado, criando condições físicas, estruturais e pedagógicas a fim de proporcionarem a Educação a um número muito mais vasto de jovens. Dinamizar cultural, desportiva e associativamente a comunidade foi um dos princípios-base de cada uma destas escolas de índole privada.
Em 2003, surge a GPS, SGPS, SA, decidindo-se equacionar a possibilidade de ser criada uma crescente e definitiva cooperação entre várias entidades do foro privado. Desta forma se associam muitas escolas (GPS-Educação e Formação), cujo objectivo é o de pôr em prática um projecto educativo com identidade própria, facultar condições pedagógicas e rendibilizar melhor os recursos das unidades escolares do Grupo, implementando processos e procedimentos essenciais com garantia de qualidade. Eis a génese do Grupo GPS.
Contudo, nem todas as escolas privadas com ensino gratuito pertencem a instituições sem fins lucrativos.
A holding GPS [sigla de Gestão de Participações Sociais], gerida pelo antigo deputado socialista António Calvete, é proprietária de treze dos 93 colégios com contrato de associação com o Estado - além de empresas de comércio e serviços - pelos quais recebeu, só em 2010, 33 milhões de euros.

Acham que uma instituição credível tem um apartado ???
Grupo GPS, SA
Rua Ribeira da Nora
Apartado 12
3105 - 105 Louriçal
 
 
 

28 comentários:

  1. São estes grupos que mandamno País, a todos os níveis. E este é o governo da vingança pelo 25 de Abril de 1974.

    ResponderEliminar
  2. Estou chocado . Isto é uma vergonha nacional . Os nossos governantes ( os partidos no poder ) arranjam maneira de efetivar quando da sua saída , todos a irem para grupos economicos como este. . Volta Salazar estás perdoado.

    ResponderEliminar
  3. A SER VERDADE É MAIS UMA MACHADADA EM QUEM APENAS QUER QUE A VERDADE SEJA CONHECIDA E QUE ACABEM OS DESONESTOS E TODOS OS QUE SE SERVEM DO PAÍS, NÃO PARA AJUDAREM O PRÓXIMO, MAS PARA GORVENAREM!
    A SERR VERDADE, ENTÃO TVI? ONDE ESTÁ A INFORMAÇÃO SEM PRESSÕES, SEM SENSURA, SEM CONFORMISMO? ESTA SENHORA, GRANDE JORNALISTA, APENAS PRESTAVA UM BOM SERVIÇO AO PAÍS, BEM COMO AJUDAVA OS GOVERNANTES SÉRIOS A ELIMINAR OS CORRUPTOS, OS VENDIDOS E OS TAIS VAMPIROS... ASSIM, COM ESTES AFASTAMENTOS OU VOU DIZER "ELES VÃO CONTINUAR A COMER TUDO E A NÃO DEIXAREM NADA"
    ATENÇÃO JORNALISTAS COMPETENTES, NÃO VÃO DEMASIADO LONGE, DIGAM QUE O CRISTIANO RONALDO É O MAIOR E NUNCA DENUNCIEM AQUELES QUE VOS VÃO CORRER E DEIXAR SEM VOZ! SEJAM DESONESTOS E AFINEM PELO MESMO DIAPASÃO DOS PODEROSOS, DEIXEM-NOS SER CORRUPTOS E LADRÕES E O POVO QUE SE FODA...

    ResponderEliminar
  4. É uma falta de deontologia ou mesmo de caráter incluir a maçonaria no título da notícia, sem apresentar qualquer fundamentação. A Ana Leal fez uma reportagem digna e que a enobrece e só os poderes corruptos do ministério do senhor Crato podem estar contra a verdade. Como o azeite, ela virá ao de cima.

    ResponderEliminar
  5. PORTUGAL NO SEU MELHOR
    SURPREENDENTE SEMPRE

    ResponderEliminar
  6. Foram 50 anos de ditadura salazarista, com muita censura e repressão. Agora já vamos em 40 anos de engordamento de políticos e seus afins, à custa exclusiva do amordaçado povo, económica e socialmente, com todas as possíveis repressões e censuras ardilosas. A "sem vergonhice" política é escandalosa e a corrupção é gritante. Só há uma saída, e o povo conhece-o.

    ResponderEliminar
  7. É imperioso que o Ministério Público investigue toda esta "trapalhada" que nos suga até ao tutano. E também apurar se a corajosa jornalista foi despedida/estigmatizada com alegado fundamento nestas notáveis reportagens/investigações. Em vez de nos desalentarmos e ensandecermos face a estas ignomínias, temos de lutar pela JUSTIÇA, pelo BEM PÚBLICO, pela defesa dos nossos DIREITOS.

    ResponderEliminar
  8. MEUS AMIGOS. SO TEEM UM CAMINHO!!! NUNCA MAIS VOTAR NESTAS MERDAS. RETIRAR O POUCO DINHEIRO DOS BANCOS. R MANDAR OS FILHOS DA PUTA TODOS PRA MERDA,,,!!!!

    ResponderEliminar
  9. Diz o Crato que é a liberdade de escolha, que grande filho da p..ta, argumentos de vigaristas. Concordaria com ele, se não fosse o erário publico a pagar os colégios privados havendo ensino estatal com capacidade de açambarcar todos os alunos da área onde operam os privados subsidiados por nós todos.

    ResponderEliminar
  10. Votem neles outra vez, como têm feito nos ultimos 35 anos. Laranjas ou Rosas, qual a diferença?
    E abster-se também não é solução...
    Ao menos mudem as moscas, dêem oportunidade a partidos que sempre estiveram em opusição a estas politicas neo-liberais. E não culpem o 25 Abril por isto, lembrem-se que houve uma Contra-Revolução em 25NOV75...

    ResponderEliminar
  11. Já nada me surpreende, a porra é que não se vislumbra qualquer alternativa válida. O que mais me choca e entristece é ser a minha geração, que parecia generosa e comprometida com valores e ideais mais nobres, a grande responsável pelas merdas que afundaram o País.
    Eu assisti ao destroçar da JAE pela equipa do fdp Guterres, logo que assumiu o governo e que foi um fartar vilanagem de amigos e correlegionários. Para se ter uma ideia, basta lembrar que, em substituição da JAE, forma criados vários institutos, que mudavam de nome e composição a toda a hora, onde cada administração, tinha despesas funcionais maiores que toda a dministração da JAE e eram formadas, na maioria, por pessoas estranhas e incompetentes de proveniência, no mínimo, suspeita que ficavam escassos meses e eram dispensadas com indemnizaçãoes monstruosas.
    Para tanto, promoveram e bonificaram reformas antecipadas de funcionários, correndo dos serviços as pessoas mais experientes e no auge da produtividade, para ficarem à vontade os grupos mafiosos das grandes obras em curso (Ponte Vasco da Gama, Expo 98, auto-estradas e SCUTS, CREL, CRIL etc etc).

    ResponderEliminar
  12. Já nada me surpreende, a porra é que não se vislumbra qualquer alternativa válida. O que mais me choca e entristece é ser a minha geração, que parecia generosa e comprometida com valores e ideais mais nobres, a grande responsável pelas merdas que afundaram o País.
    Eu assisti ao destroçar da JAE pela equipa do fdp Guterres, logo que assumiu o governo e que foi um fartar vilanagem de amigos e correlegionários. Para se ter uma ideia, basta lembrar que em substituição da JAE forma criados vários institutos, que mudavam de nome e composição a toda a hora, onde cada administração, tinha despesas funcionais maiores que toda a dministração da JAE e eram formadas, na maioria, por pessoas estranhas e incompetentes de proveniência, no mínimo, suspeita que ficavam escassos meses e eram dispensadas com indemnizaçãoes monstruosas.
    Para tanto, promoveram e bonificaram reformas antecipadas de funcionários, correndo dos serviços as pessoas mais experientes e no auge da produtividade, para ficarem à vontade os grupos mafiosos das grandes obras em curso (Ponte Vasco da Gama, Expo 98, auto-estradas e SCUTS, CREL, CRIL etc etc).

    ResponderEliminar
  13. Uma pergunta, já perguntaram aos alunos se estão satisfeitos com a qualidade do ensino? Pela escola que eu conheço, em Monte Redondo, os alunos, os pais e a população estão muito satisfeitos. Os professores trabalham um "pouco" mais do que é habitual para uma fatia grande da classe, mas eu como pai ficaria muito satisfeito de ver os meus filhos com professores tão empenhados e capazes. Talvez o que esteja mal é não haver mais escolas como a que referi. Antes de dizerem mal só por dizer e "engravidarem" pelos ouvidos, falem com as pessoas que conhecem a realidade dessas escolas. Com respeito aos valores gastos, é certamente mais barato ter uma escola privada a gerir um orçamento dado pelo estado. O estado como todos já concordaram em comentários anteriores, NÃO SABE GERIR OS NOSSOS IMPOSTOS!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ex.o/a Sr.a “Rvilao” noreply-comment@blogger.com:

      A “escola” de que fala é uma EMPRESA (Categoria: Ensino de 1º, 2º e 3º ciclos) => Colégio Doutor Luís Pereira Costa, Lda.

      1- As EMPRESAS devem receber subsídios do Estado (pago por todos nós) em favor da EMPRESA e em detrimento do BEM COMUM e neste caso da Escola Pública ?
      2- Já alguma vez perguntou:
      a) Qual o vencimento dos professores e funcionários desse colégio?
      b) Qual é o montante de subsídios dado à EMPRESA por todos nós ?
      c) Qual é o LUCRO da EMPRESA e por quem é repartido esse lucro ?
      3- Já agora, investigou o porquê do Lda. ? [ (É que se É limitada... => NÃO É PÚBLICA) e… logo não deveria ter subsídios pagos com os nossos impostos ! ]
      4- Conhece alguma Escola Pública “EMPRESA”??? É que uma empresa tem de dar lucro ! E… a Escola Pública SÓ tem UM LUCRO => Formar os jovens do “amanhã”.
      5- Sabe qual é o VERDADEIRO e ÚNICO “lucro” dos professores e da Escola Pública ? Pois… “SIMPLESMENTE” o sucesso dos alunos que a frequentam (venham eles dos mais variados extratos sociais/económicos/familiares) e, onde A TODOS e POR IGUAL SÃO DADAS AS MESMAS e as POSSÍVEIS e… quase (im)POSSÍVEIS CONDIÇÕES DE FORMAÇÃO!
      6- Ao privado e para o privado o que é do PRIVADO. Ao público e para o que é público, então sim o dinheiro PÚBLICO.

      Dá que pensar, não dá ? Pois… muitas vezes o que parece barato… VAI SER MUITO CARO, já a curto prazo ;’(

      Os melhores sucessos para si e para o(s)/a(s) seu(s) educando(s)/a(s).

      SIMPLESMENTE o Zé

      Eliminar
    2. Essa é muito engraçada. É mesmo.

      A questão não está na qualidade do ensino. Ou será que os professores que dão aulas no privado são extraterrestres e os do publico são os tais que não têm competência nenhuma?

      Será que é difícil perceber a estratégia que existe. De fazer com que tudo corra mal no e. publico para depois se dar a privado com a desculpa que é no privado que as coisas funcionam bem.

      Invista-se o dinheiro que se investe no privado, no público. Coloquem-se gestores honestos e sem segundas intenções à frente das escolas publicas e vai ver como se faz tão bem ou melhor.

      E olhe que não sou professor, não tenho pais nem familiares professores e por norma até acredito no privado. Mas num privado que dependa da concorrência leal e não da ajuda de mão beijado do nosso dinheiro.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    4. Já que se fala de Ensino, senhor Carlos Santos, no contexto deveria ter escrito "denuncia" e não "denúncia", bem como
      "prestada por privados" e não "(prestada por privados)".
      Quanto a fundamentação, não vislumbrei uma sombra no seu amontoado de palavras.

      Eliminar
  14. São esses políticos chulos que nos tiram o sono ....
    são uma vergonha F.D.P

    ResponderEliminar
  15. Destruir o ensino é matar o pensamento. E é o que está a acontecer neste país pela mão de Nuno Crato.

    ResponderEliminar
  16. Quanto menos instruidos mais fáceis de manipular. Tudo isto não é por acaso....

    ResponderEliminar
  17. Há quantos anos os políticos e outros poderes deste país procedem desta maneira?! Atacam quem lhes descobre os negócios podres. A TVI nunca foi nem será independente. A TVI tem um comportamento de interesses, veja-se a recente entrevista ao 1º com um rol de perguntas que deixam antever,que tudo foi combinado. Este país não tem uma solução pacífica! E agora como vamos ajudar Ana Leal que tão bom serviço fez ao país?! Eu pela minha parte exijo que Ana Leal seja reintegrada ou caso contrário afastarei a TVI da minha vista.

    ResponderEliminar
  18. Não é a politica que faz o candidato virar a LADRÃO. É o seu voto que faz o LADRÃO.

    ResponderEliminar
  19. Há!... E já agora é preciso haver muito cuidado por parte dos comentários dos que ainda são proficionais do ramo, visto que todos tem um orificio escretor do sistema digestivo ao fundo das costas.

    ResponderEliminar
  20. A Senhora Dona Ana Leal mostrou que tem mais coragem do que os parasitas dos politicos Potugueses, so po-los todos num barco e quando estivessem no alto mar afunda-los incluindo os responsaveis pela despedida da Dona Ana...Sera' que esses parasitas nao teen filhos?? Devem sentir-se muito orgulhosos dos pais

    ResponderEliminar
  21. Desculpem, mas não aceito esta propaganda. As empresas privadas são geridas para não dar prejuízo. As pessoas esquecem-se que há custos que não acabam de um dia para o outro, porque não se consegue despedir um funcionário da mesma forma que se contrata. E ao funcionário não interessa se a empresa tem lucros ou prejuízos, só é importante que receba o salário no dia X, o resto é problema dos outros. Agora que lhe pedem um pouco mais de tempo disponível ficam indignados... Se estão descontentes, saiam e criem uma empresa igual e verão quanto custa gerir uma empresa e quantas dores de cabeça e noites sem sono eles passam.... e por aqui me fico

    ResponderEliminar
  22. Enquanto têm medo dos comnunistas, como convém aos amigos do Capital, o PS, o PSD e o CDS, vão, vamos sendo F*****didos! Acordem e vão Votar em quem é do Povo e defende o Povo!

    ResponderEliminar