segunda-feira, 17 de outubro de 2011

INDIGNADOS ! E... FARTOSsssssssssssss destes corruptos !

Algumas Imagens...



A Assembleia Popular reunida no sábado em frente ao Parlamento aprovou uma concentração para o mesmo local para o dia da votação do Orçamento do Estado para 2012.
A organização indica 29 de outubro como a data da realização da votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2012, mas de acordo com o calendário definido em conferência de líderes parlamentares a votação na generalidade será nos dias 3 e 4 de novembro e a votação final global no dia 29 de novembro.
No sábado, durante a Assembleia Popular, foi ainda aprovada uma nova manifestação, ainda sem data marcada, bem como a convocatória de uma greve geral.

BASTAaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

Acabemos com este sistema corrupto !

PRECISAMOS DE UM 25 DE ABRIL A SÉRIO e JÁ !

Sempre faltou o 26 de Abril de 1974 !!!

Veja:

http://jose-pires-um-ser-livre.blogspot.com/2011/10/uma-visao-do-pos-25-de-abril-de-1974.html


http://jose-pires-um-ser-livre.blogspot.com/2011/10/sinais-de-mudanca.html


http://jose-pires-um-ser-livre.blogspot.com/2011/10/nao-governam-para-o-povo.html

1 comentário:

  1. Estas iniciativas são sempre muito importantes, e devemos dar-lhes a visibilidade de que elas precisam, para a conquista dos direitos conquistados com Abril, que desde à 35 anos nos vêm roubado, e cada vez mais, só prova que as politicas do PSD, CDS e PS, não passam de politicas que protegem cada vez mais o grande capital e a banca, tirando o pão a quem mais precisa.
    Temos que nos virar para quem defende o Povo e para o Povo. Temos que começar a ser mais participativos com todas as manifestações de protesto organizadas pelos sindicatos, porque os sindicatos são os trabalhadores e estão para os trabalhadores.
    Gostaria de vos ver presentes no próximo dia 21 de Outubro às 15 horas na praça do Rossio para um plenário organizado pela Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública e CGTP-In, com saída para o Ministério das Finanças. Vamos mostrar a nossa revolta e indignação aos que nos (des)governam.

    ResponderEliminar